Cerca de uma dezena de seleções nacionais de remo e canoagem, de vários países da Europa, passaram pelo Centro de Alto Rendimento Remo (CARR) do Pocinho desde a sua inauguração em 2016, indicou hoje a entidade gestora do equipamento.
 
A este número, juntam-se mais de um milhar de praticantes de outras modalidades desportivas amadoras e profissionais, que vão desde o futsal ao ciclismo que se reuniram num espaço inaugurado em 06 de julho de 2016.

 
O Centro de Alto Rendimento do Pocinho, projectado pelo arquitecto Álvaro Fernandes Andrade e situado no concelho de Vila Nova de Foz Côa, foi o vencedor do Prémio de Arquitectura do Douro. O galardão foi entregue nesta terça-feira pelo ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, durante uma cerimónia realizada em São João de Tarouca, quando se assinala o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios.

 
A somar às Gravuras Rupestres e ao Douro Vinhateiro, Vila Nova de Foz Côa tem agora mais um motivo de visita, desta vez dirigido para os atletas. O Centro de Alto Rendimento do Pocinho (CAR) reúne “condições excecionais” para a preparação de campeões no desporto nacional e internacional.

A construção da barragem do Pocinho, no curso do rio Douro, criou um dos melhores planos de água do mundo para o treino do remo e canoagem. Esta é uma realidade confirmada pelos vários atletas nacionais e internacionais de nível olímpico que têm procurado este local para treino nos últimos anos.